“A ascensão é o ritual da união da alma com o Espírito do Deus vivo, a Presença do EU SOU, através da aceleração do fogo sagrado na conclusão natural da última vida na Terra. Trata-se do processo pelo qual a alma se une, primeiramente, com a Consciência Crística e, logo, com a Presença viva do EU SOU O QUE EU SOU, após equilibrar o seu carma e ter cumprido com o seu plano divino. Uma vez que, ocorre a ascensão, a alma, o aspecto corruptível do ser, torna-se incorruptível, um átomo permanente no corpo de Deus, livre das rodadas do carma e da reencarnação.

Na realidade, o homen é um espírito ardente, que desce na forma física para adquirir mestria nas condições e provações do dia-a-dia, e do seu eu inferior. Ao ser bem-sucedido na superação da vontade humana, do ego humano, do intelecto humano, e ao substituí-los com os seus complementos divinos, poderá, então, ascender de volta ao coração da Vitória do Pai, sobre o tempo e o espaço.

A ascensão é um dom Divino, que nos foi dado mais pela Sua graça do que pelas nossas obras, embora ambas são necessárias.

Filiar-se à uma igreja específica, não nos garante a nossa ascensão. Os devotos de todas as raças e religiões recebem o dom da ascensão ao cumprirem com certos requisitos.

A chama da ascensão é a chama da esperança, e temos esperança devido à memória divina que temos dentro de nós, da ascensão de Jesus, o Cristo. A nossa alma se lembra que, Maria, a Mãe de Jesus, e outros desconhecidos e anônimos também seguiram as pegadas de Jesus, como verdadeiros heróis e heroínas do mundo.

A ascensão de Jesus é a matriz da ascensão de todas as almas. A razão da sua vida foi a de servir de exemplo para nós, e a nossa razão é de ascender como ele o fez. Os mistérios da criação de Deus são muitos, e Jesus desvendou para nós um dos maiores mistérios da vida.

A ascensão representa o desejo de Deus para cada um, e portanto, todos no Céu, Mestres Ascensos e Arcanjos, estão prontos para assistirem o homem, a mulher ou a criança que busca expressar a sua verdadeira identidade como filho ou filha de Deus. Todas as vidas devem dar as boas-vindas à oportunidade que nos foi dada de seguir nas pegadas do Mestre. Jesus foi um Mostrador do Caminho, um entre muitos.

A chama da ascensão é um fogo branco intenso com um brilho cristalino. O lírio da Páscoa é o símbolo da chama e o seu foco no reino da natureza. O diamante branco é o foco do reino mineral.

A melodia da chama é a Marcha Triunfal de Aïda por Giuseppe Verdi, e a nota chave do retiro é Liebesträume por Franz Liszt. A melodia de Celeste Aïda contem a nota chave de Serápis Bey.”